Previdência Social e Educação Financeira

Convidamos você a nos acompanhar com “Previdência Social e Educação Financeira”. Previdência Social tem sido um dos grandes temas da atualidade. As mudanças do perfil da população brasileira, que passa por um lento e irreversível processo de envelhecimento, tem levado o governo a constantes ajustes nos critérios de concessão de benefícios previdenciários.

Houve também mudanças nos critérios de concessão ao funcionalismo público. A partir de agora, quem desejar ingressar nos quadros do serviço público da União não terá mais direito a aposentadorias integrais. Por conta disso, foi editada a Lei 12.618 de 30 de abril de 2012 que institui a chamada Fundação de Previdência Complementar para os servidores públicos da União.

Envelhecimento da população, benefícios previdenciários tardios, necessidade de previdência complementar são aspectos que chamam à atenção para a necessidade cada vez maior de planejarmos a vida financeira presente pensando no futuro.

Continue reading

Scratch – A Linguagem de Programação mais simples que já vi!

Confesso a vocês que a última vez que fiquei tão impressionado com um software foi com o lançamento do google earth.

Já faz um tempo que venho buscando uma forma de ensinar programação para crianças ou para quem nunca programou na vida. Fiz recentemente um post mostrando o ruby como uma candidata forte pela sua simplicidade e até apontei como uma possibilidade em cursos de graduação.

Mas mesmo assim ainda é complexa, pois programação requer a compreensão de vários conceitos: variáveis, constantes, loops, ramificações entre outros. Além da dificuldade de escrita que geralmente o iniciante tem.

Continue reading

Linguagem Ruby e Educação: um acordo feito no céu (tradução)

É importante não generalizar a linguagem Ruby como se fosse algo que resolverá todos os seus problemas. Ela tem propósito geral, mas será adequada em determinados contexto e outros não, como todas as outras linguagens. O propósito desse post do Kate Cunningham que eu traduzi é mostrar que as características do Ruby são muito harmônicas com as características necessárias em um ambiente efetivo de aprendizado.

Isso não quer dizer que o aluno deva estacionar no Ruby. Ele terá o caminho facilitado para o mundo da programação com Ruby, mas isso será só o primeiro passo. Ele deverá sim, aprender outras linguagens, pois é a única forma de se aprimorar como profissional de uma área tão dinâmica. Fique agora com a tradução:

A linguagem Ruby tem recebido muita atenção na última década, especialmente com o advento do Ruby on Rails. Enquanto a blogosfera está utilizando Ruby a muito tempo, vamos nos perguntar como, exatamente, a linguagem Ruby é propícia para um ambiente educacional.

Claro, podemos ir para a relevância da linguagem Ruby, pois se você está recebendo treinamento em um ambiente educacional para se tornar um programador de computador, e você não sabe o Ruby, então você está ficando cada vez mais fora do circuito. No entanto, linguagens de programação vêm e vão, e educação não é sobre as tendências, é sobre as idéias que sustentam o valor no decorrer dos anos. Continue reading

Cuidado com o andor

Bancos estrangeiros e instituições como o FMI e o FED fizeram análises recentes e concluíram que alguns países que não aproveitaram a grande liquidez mundial dos últimos quatro anos para efetuarem certas reformas estruturais ou para garantir maior participação no comércio mundial, podem enfrentar dificuldades com a alta dos juros nos EUA. O grupo formado por Turquia, Indonésia, África do Sul, Índia e Brasil passou a ser denominado de “cinco frágeis”.

Sem dúvida é um equívoco comparar a economia brasileira, em seus números atuais, com a desses outros países. A situação evidencia, porém, que desde o final de 2013 o Brasil caiu mesmo na “boca do povo do mercado”.  Ou melhor, não faltam comentários feitos por analistas financeiros ou jornalistas especializados.

Continue reading

Técnica Pomodoro de Gerenciamento de Tempo

É uma técnica criada por Francesco Cirillo em 1992 e atualmente é utilizada por profissionais de diversas áreas,  inclusive no desenvolvimento de sistemas.

Pomodoro significa tomate em Italiano, ou seja, se preferir chame de técnica do tomate. Esse nome surgiu quando Cirillo fazia faculdade em Roma. Para se concentrar nas suas tarefas, ele decidiu utilizar o que tinha nas mãos: um temporizador de cozinha com formato de tomate. 🙂

A técnica é tão simples que se resume em 5 passos:

  1. escolha uma tarefa a ser realizada.
  2. configure o temporizador(pomodoro) para tocar em 25 minutos
  3. trabalhe na tarefa até o Pomodoro tocar, depois registre na sua folha de papel.
  4. faça uma pequena pausa (5 minutos)
  5. a cada 4 Pomodoros faça uma paula longa (25 minutos)

Continue reading

O caminho para o sucesso

Esse post é baseado no vídeo de Richard St. John: “8 segredos do sucesso”, que está disponível no TED.

Quero deixar bem claro que o vídeo de Richard é infinitamente melhor do que esse humilde post.

Eu apenas assisti ao vídeo algumas vezes, me foquei na imagem abaixo (última imagem do vídeo), e comecei a escrever o que vinha na minha mente a respeito dessas palavras-chave. Não é uma tradução do vídeo, é a minha forma de ver as palavras-chave que levam ao sucesso.

Continue reading

Trata-se de leitura, escrita, e compartilhamento de código

Tratase de leitura escrita e compartilhamento de cdigo e quanto mais eu blogo, envio mensagens falsas, e procrastino, penso que o código me trouxe a fortuna maior. O maior retorno sobre o investimento com o menor risco.

Depois que saí da faculdade, eu trabalhava com PHP em uma loja fazendo aplicações de logísticas de entrega. Éramos os intermediários entre transportadores independentes e as grandes empresas como a Kmart.

Os transportadores deveriam se registrar no nosso site, dizer que iam estar em Delaware no dia 3 de maio, e que eles estão a caminho de Denver, em seguida, eles obtiam informações sobre transferências ao longo do percurso escolhido. Eles poderiam, em seguida pedir um preço maior no trasporte ou aceitar o valor estipulado, tudo através de nós.

Continue reading

Extreme programing e a inteligência coletiva

Bem vindos à 3ª edição do “Pense nisso!”

A revista National Geographic Brasil de julho 2016 veio com uma matéria sobre Inteligência Coletiva, que falava do comportamento de pássaros, abelhas, formigas e peixes que estavam sendo estudados e também aplicados no trabalho, no aeroporto, na internet e eu diria também no desenvolvimento de software com objetivo de facilitar e otimizar processos. Extreme programing e a inteligência coletiva!

No caso do formigueiro, a colônia é capaz de resolver problemas impossíveis para cada formiga individualmente, como por exemplo, achar o caminho mais curto para a melhor fonte de comida.

Continue reading

Perdemos clientes por causas idiotas?

Li, recentemente uma entrevista na revista Istoé com Jan Garavaglia, uma médica americana de 53 anos, que acaba de lançar o livro Como não morrer! Esse livro foi resultado de 20 anos trabalhando como legista. Ela constatou que as pessoas morrem muitas vezes por coisas tolas, entre elas temos:

  • acidentes causados por falar no celular enquanto dirigimos.
  • pressão alta, que é uma doença facilmente tratável, mas desde que façamos checkups para detectar
  • tapetes em casa de idosos em que o escorregão pode ser fatal, entre outras coisas que vocês podem ver lendo a reportagem.

Agora volto para o tema do nosso post: será que, de forma semelhante aos acidentes fatais, perdemos clientes por causas que podem ser facilmente evitadas?

Vou compartilhar com vocês alguns casos que passei recentemente:

Continue reading

Bom ou ruim? Quem decide é o cliente!

O seguinte caso ocorreu quando tentei comprar 3 garrafões d’água mineral:

Visitei a  primeira loja mas não consegui efetuar a compra, porque ela só fazia entrega de 8h às 12h e de 14h às 18h, ou seja, eu precisaria faltar o trabalho para poder receber esses garrafões d’água, ou então, esperar até o fim de semana (mais 4 dias sem água).

Devido esse problema de incompatibilidade de horários com o primeiro vendedor, fui em busca de um segundo vendedor.

Cheguei no local e fiz a encomenda dos três garrafões. A marca da água mineral era nova no mercado local. A vendedora falou que a água era muito boa, de ótima qualidade. Daí começou a discussão: Continue reading